terça-feira, 3 de janeiro de 2017

GINCANA ESTADUAL ESTUDANTIL “#TchêSomeAedes!” Monte sua equipe e vá ao ataque!



 
GINCANA ESTUDANTIL

 "#TchêSomeAedes!"

 

O que é?
A Gincana Estadual Estudantil "#TchêSomeAedes!" é voltada aos educandos da Rede Escolar de Ensino Público do Estado do Rio Grande do Sul e esta iniciativa objetiva originar ações que promovam o combate ao mosquito Aedes aegypti e suas consequências, principalmente a Dengue, a Zika e a Chikungunya. A Gincana envolverá os alunos em sala de aula e a comunidade escolar em atividades que incluirão o bairro onde a escola está inserida.
 
Qual o tema?
O tema da Gincana é o Combate ao Aedes aegypti, visando a eliminação de focos do mosquito e a prevenção de criadouros, evitando a disseminação das doenças transmitidas por ele.
 
Como participar?
 Cada escola da Rede Escolar de Ensino do Estado do Rio Grande do Sul poderá inscrever seus alunos, conforme o Regulamento na página da Secretaria Estadual da Educação:

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Simulado oficial do Enem é adiado para o dia 3 de setembro





Os estudantes que ainda não aproveitaram a oportunidade de testar os seus conhecimentos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terão mais duas chances: a terceira etapa do simulado oficial gratuito promovido pelo Ministério da Educação (MEC), previsto inicialmente para ser liberado neste sábado, dia 13 de agosto, foi alterada para o dia 3 de setembro. Já a quarta e última etapa estará disponível a partir de 9 de outubro. Até agora, mais de 1 milhão de avaliações já foram realizadas por alunos de todos os estados brasileiros.
A alteração da data do terceiro simulado foi motivada pela proximidade com as olimpíadas e o dia dos pais. A estratégia é oferecer as melhores condições para que os estudantes possam se concentrar na oportunidade sem impedimentos ou distrações, dado que a realização da prova exige dedicação: elaborada nos mesmos moldes do Enem, o terceiro simulado é composto por 80 questões e os estudantes contam com 4 horas seguidas para finalizá-la.
A prova permite que estudantes façam uma autoavaliação, treinem e ganhem ritmo para o exame oficial. Qualquer um pode participar, basta se cadastrar gratuitamente no site www.geekiegames.com.br. Além de ter acesso à sua nota imediatamente após a realização do simulado, o estudante poderá ainda verificar se atingiu ou não a nota de corte do curso ou universidade em que deseja ingressar.
Esta edição traz algumas novidades, entre elas, 75% das questões serão inéditas. Nas avaliações anteriores, 25% das questões inéditas e 75% tratava-se de questões históricas do Enem. Outro atrativo desta nova edição do simulado será a possibilidade de visualizar um ranking que mostra o posicionamento da nota do aluno frente aos outros candidatos que escolheram o mesmo curso. A funcionalidade está disponível para todos os estudantes que realizarem a avaliação pelo aplicativo Android.
Os simulados permitem ainda que professores e gestores tenham acesso a um perfil detalhado do nível escolar de seus alunos. Isso porque as escolas e secretarias de educação recebem relatórios de desempenho dos estudantes que fizeram os simulados, permitindo a elaboração de aulas com enfoque nos resultados obtidos. Os dados completos com o balanço do segundo simulado e os relatórios individuais para escolas podem ser conferidos no infográfico interativo disponível em:
A iniciativa do Ministério da Educação oferece, além dos simulados on-line, outras ferramentas gratuitas para ajudar na preparação dos alunos. Os estudantes do último ano do ensino médio têm acesso, por exemplo, a um plano de estudos personalizado, testes de nivelamento em cada matéria, videoaulas, resumos e exercícios.

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

DIA DE CAMPO NA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL ANTÔNIO MORISSO



No dia 10 de agosto de 2016 aconteceu o Dia de Campo na Escola Estadual de Ensino Fundamental Antônio Morisso, localizada em Santa Tereza-Catuípe, com a presença dos alunos da Casa Familiar Rural. Na ocasião a diretora da escola Vera Lucia Benetti Piccinin e a professora Lia Aparecida Rosso apresentaram o projeto: VIVER COM QUALIDADE NO CAMPO. Em seguida foram realizadas práticas de poda no pomar da escola orientadas pelo técnico da EMATER Geraldo Kasper, pelo Professor Amauri da Silva Coracini e o monitor Rudinei Francisco Montovani da Casa Familiar Rural. As assessoras da 36ª Coordenadoria Regional de Educação Ana Maria Lemos Rolim e Ângela de Fátima Linck de Jesus acompanharam a atividade.



terça-feira, 9 de agosto de 2016

CREs fazem reestruturação curricular

Durante todo o dia de ontem, estiveram reunidos no auditório da 36ª Coordenadoria Regional de Educação, os coordenadores pedagógicos e assessores da área das Ciências Humanas das CREs de Cruz Alta, Ijuí, Palmeira das Missões, Santa Rosa, Santo Ângelo, São Borja, São Luiz Gonzaga e Três Passos, para organizar a construção do referencial curricular da área das Ciências Humanas, incluindo pressupostos teóricos, epistemologia, metodologia e avaliação.
O trabalho realizado é uma das ações da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), que tem o objetivo de organizar a reestruturação curricular do 4º ao 9º ano na rede estadual de ensino, através da participação das 30 Coordenadorias de Educação do Estado, organizadas por polos.
Na oportunidade, o coordenador regional de educação da 36ª CRE – Ijuí, Cláudio da Cruz de Souza, recepcionou os participantes das demais coordenadorias e ressaltou a importância do comprometimento de todos os envolvidos neste movimento de reconstrução curricular das áreas do conhecimento do Ensino fundamental. “Precisamos unificar e qualificar o processo de aprendizagem para oferecer maior segurança aos professores para desempenhar a sua função docente”, concluiu o Cláudio.
Além do coordenador Cláudio da Cruz de Souza, da 36ª CRE participaram também do encontro, a coordenadora pedagógica Lizandra Daltrozo, a coordenadora de aprendizagem Rubia Hermann, o coordenador de programas e projetos e assessor das Ciências Humanas José Augusto Fiorin, e a assessora pedagógica das Ciências Humanas, Anelise Walter.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

ESCOLA OSVALDO ARANHA REALIZA PROJETO COLABORATIVO BRASIL E URUGUAI DESDE 2011.


Atravessar fronteira nem sempre é possível, mas com o apoio das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) fica mais fácil. Essa estratégia pedagógica apoiada na tecnologia tem o objetivo de proporcionar ao aluno momentos de reflexão, desacomodação e relação com no novo. O Projeto Colaborativo Brasil e Uruguai acontece desde 2011 entre a Escola Estadual Osvaldo Aranha de Ijuí (RS) e a Escola República Del Paraguay, número 94, de Rivera, Uruguai. Neste ano, 2016 o tema abordado é: “Diversidade Cultural em Prosa e Verso.


Meninos e Meninas dos dois países trabalham juntos e compartilham conhecimentos que enriquecem suas aprendizagens e suas vidas. Essa comunicação acontece em um espaço virtual, na escola Osvaldo Aranha uma projeção na tela mostra a escola uruguaia, para que todos possam assistir, Professores e alunos se dirigem ao computador com web para fazer ou responder perguntas. Na primeira rodada de perguntas, os alunos se apresentam, contam sobre a escola e depois debatem sobre assuntos que pautaram e pesquisaram em sala de aula. Na sequencia do trabalho as produções de sala de aula, como releituras, dramatizações, construção de poesias etc... são socializadas pelas duas escolas no Blog do projeto. A cada ano uma turma de cada escola participa do projeto: 7º ano ou 6º ano de ambas as escolas, intercalando a cada ano. Neste ano de 2016, uma novidade foi que antes de iniciar as interações online, houve troca de cartinhas enviadas pelo correio, e o destaque da primeira videoconferência foi a curiosidade para conhecer o amigo/colega que escreveu a carta que cada um recebeu. O intercâmbio cultural é uma vivência educacional muito interessante, o contato direto com outra língua, outros hábitos e costumes instiga a curiosidade, o interesse por conhecer rompendo paradigmas e ultrapassando fronteiras em busca de novos conhecimentos.


Em virtude da grandiosidade deste projeto, a Escola Osvaldo Aranha foi selecionada para apresentar seu trabalho na EXPO APRENDE CEIBAL, em Montevidéu no Uruguai por duas vezes, nos anos de Em 2012 e 2013. Essa feira é de âmbito internacional e reúne pessoas do mundo todo a partilhar, aprender e discutir a incorporação da tecnologia no desenvolvimento educacional e social. Para conhecer mais visite o blog: http://unindofronteiras.blogspot.com.br/

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Na Escola Estadual Osvaldo Aranha brincar é algo sério.



Férias... Para que te quero? Para brincar!


Na Escola Estadual Osvaldo Aranha brincar é algo sério e que faz parte do currículo e da rotina da Educação Infantil e dos Anos Iniciais. Por acreditar que as crianças, ao brincar espontaneamente ou orientadas pelos professores, constroem muitas aprendizagens, as educadoras, juntamente com a gestão da escola, instituíram desde o mês de maio, o “Dia do brincar livre na escola”. Este momento acontece todas as quartas-feiras, quando as crianças brincam, em torno de uma hora, espalhadas pela quadra. Neste espaço, acontecem intensos enredos, envolvendo meninos e meninas, que com brinquedos estruturados ou com galhos e pedrinhas encontradas no pátio, vivenciam momentos lúdicos.  Ao brincar, as crianças interagem com outros sujeitos, tanto com outras crianças como com adultos, desenvolvendo a capacidade de conviver em grupo, respeitar os outros, ceder, discutir a respeito de diferentes ideias, criar, imaginar, além de muitos outros aspectos.

Não podendo ser diferente, na semana que antecedeu o recesso escolar, a partir de um planejamento coletivo das educadoras, as crianças vivenciaram durante os dias 18,19 e 20 de julho, atividades lúdicas, envolvendo momentos de brincadeiras, teatro, jogo, interações e muita diversão. No primeiro dia foram realizadas oficinas de brincadeiras, brinquedos e preparo e exploração de massinha de modelar. Em cada atividade para as quais as crianças forma desafiadas, as mesmas puderam ser protagonistas das suas construções. Neste dia também foram exploradas canções e brincadeiras folclóricas. Atividades estas que são parte do projeto trimestral da Educação Infantil e dos Anos Iniciais, denominado “Cadê o folclore que tava aqui? Criança envolveu!”.

 No dia 19, as turmas participaram de sessão de cinema no SESC. E encerrando a semana, na quarta-feira, Dia do Amigo, as turmas assistiram a encenação da história “Pedro e Tina: uma amizade muito especial”, protagonizada pelas professoras. Após a história, cada criança confeccionou um cartão para um amigo secreto, que foi entregue ao amigo durante o lanche coletivo, envolvendo as turmas da pré-escola ao quarto ano.

Para Mário Quintana, poeta gaúcho, “triste é aquele que não conserva em si nenhum vestígio da infância”, e é por acreditar que toda criança precisa viver sua infância e que a escola é um espaço privilegiado para isto, além das construções de aprendizagens, que as educadoras acreditam e apostam na ludicidade como principal meio para aprender e transformar informações em conhecimento.



segunda-feira, 25 de julho de 2016

2º CONCURSO DE REDAÇÃO DA DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO


 O Concurso de Redação, promovido pela Defensoria Pública da União, é direcionado aos alunos do Ensino Fundamental e Médio, incluindo Educação de Jovens e Adultos (EJA), das Escolas Públicas de todo o País. Ele é parte do Plano Estratégico da Instituição e visa fortalecer a visibilidade da DPU, na defesa dos direitos de quem não pode pagar advogado para ter acesso à justiça.
TEMA: TRÁFICO DE PESSOAS - DIGA NÃO
  Envio de redações até dia 05 de setembro de 2016

AS REGRAS DO CONCURSO PODEM SER VISUALIZADAS NO ENDEREÇO:
www.dpu.gov.br/concursoderedacao